quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Panorama amplia projeções de mostras para Cachoeira

Premiação do Panorama aconteceu
no Espaço Glauber Rocha

O Panorama Internacional Coisa de Cinema encerrou as suas atividades na quinta-feira passada. Realizadores e cinéfilos já consideram o evento como um dos mais importantes do calendário cinematográfico do Brasil. Com mostras nacionais e internacionais, o Panorama é um daqueles festivais que consegue aproximar público e realizadores.

Este ano, 13 produções foram premiadas, entre elas o já consagrado primeiro longa do pernambucano Kleber Mendonça Filho, “O Som ao Redor”. Os realizadores baianos também ganham destaque durante o evento. Os curtas “Desvelo”, de Clarissa Rebouças, e “Arremate”, de Rodrigo Luna, foram algumas das produções da Bahia premiadas.



O Panorama fez também uma homenagem à pornochanchada, com uma retrospectiva diversificada. Nesta edição também, o evento firmou uma parceria com a Universidade Federal do Recôncavo, promovendo mostras na cidade de Cachoeira. Cláudio Marques, um dos organizadores, junto com Marília Hughes, garante que a parceria vai continuar para o próximo Panorama.






Confira a lista completa de premiados: 

Júri Oficial Competição Nacional
Melhor Longa – “O Som ao Redor”, de Kleber Mendonça Filho (R$ 10 mil)
Prêmio Especial do Júri – “Doméstica”, de Gabriel Mascaro (R$ 12 mil em serviços, oferecidos pelos estúdios Quanta)
Melhor Curta – “Dizem que os Cães Vêem Coisas”, de Guto Parente (R$ 10 mil oferecidos pelo IRDEB)
Prêmio Especial do Júri  - “A Onda Traz, O Vento leva”, de Gabriel Mascaro
Menção Honrosa – “Luna e Cinara”, de Clara Linhart
Menção Honrosa – “Odete”, de Ivo Lopes Araújo, Clarissa Campolina e Luiz Pretti

Júri Jovem Competição Nacional
Melhor Longa – “Esse Amor que Nos Consome”, de Allan Ribeiro
Melhor Curta – “Odete, de Ivo Lopes”, Clarissa Campolina e Luiz Pretti

Júri Oficial Curtas Baianos
Melhor Curta – “Arremate”, de Rodrigo Luna (R$ 5 mil); e Desvelo, de Clarissa Rebouças (R$ 6 mil em serviços, oferecidos pelos estúdios Quanta)
Menção Honrosa – “Rua dos Bobos”, de Ohana Almeida

Prêmio ABCV (troféu confeccionado por Leonel Mattos)
Menção Especial: “A Descoberta”, de Ernesto Molinero
Prêmio ABCV / ABD-BA: “Joelma”, Edson Bastos

Prêmio Cineclube Mário Gusmão (júri formado em Cachoeira)
“O Cadeado”, de Leon Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário