segunda-feira, 14 de maio de 2012

Multimídia

O todo poderoso não está aqui

Foto: Divulgação/CUAL
Galera do CUAL na produção de Fake-Me
Apesar de estarmos num ambiente sem nicotina e sem cafeína, discutimos muito cinema e, principalmente, a coletivização. O CUAL produz em conjunto. Não existe um “todo poderoso” num set de filmagem de uma produção do Coletivo. O lema é viabilizar ideias e concretizar projetos.

Marcus Curvelo foi o idealizador do Fake-Me. Ele dirigiu o filme também, mas fez questão de reforçar que se trata de um trabalho com a assinatura do CUAL. Marcus destacou também que, apesar de sair “triste” de muitas reuniões sobre o roteiro, ficou feliz com o feedback da galera. “Foi a sétima versão do roteiro que filmamos. E é bom ter esse feedback da equipe com quem você trabalha”, disse.

Nesta segunda parte da entrevista, o grupo fala um pouco do Fake-Me e do futuro (e do presente também). Lembre-se, o CUAL é formado por Álvaro Andrade, Bianca Muniz, Bruno Guimarães, Danilo Umbelino, Deise Valente, Francisco Gabriel Almeida, Luan Santana Marques, Marcus Curvelo e Ramon Coutinho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário