sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Homenagem ao cinema de um cineasta cinéfilo*

Redação

A Invenção de Hugo Cabret estreia nos cinemas brasileiros nesta sexta-feira e traz uma singela e grandiosa homenagem à sétima arte por parte de seu diretor, Martin Scorsese. Scorsese, diga-se de passagem, é reconhecido por sua paixão pelo cinema. Não é um cineasta por profissão ou pelo dinheiro.

Basta ver que, mesmo tratando-se de uma história relativamente sem grandiosidade, um filme dirigido por Martin Scorsese extrai o máximo da arte e linguagem cinematográfica traduzida em imagens em movimento. Hugo Cabret é a primeira incursão do diretor no cinema 3D e no gênero infantil.

Hugo é um garoto de 12 anos que trabalha como relojoeiro na cidade de Paris dos anos 30. Sua vida muda quando ele encontra um androide quebrado que, se consertado, pode escrever e desenhar coisas incríveis. O garoto, lógico, vai fazer de tudo para consertá-lo. O filme tem o maior número de indicações ao Oscar: 11, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor.

A atuação elogiadíssima de Meryl Streep pode ser conferida, a partir de hoje, nos cinemas nacionais. A Dama de Ferro, que trás a trajetória da ex-Primeira Ministra da Inglaterra, Margareth Thatcher. O filme faz um retrospecto das ações da dama de ferro que precederam as Guerras das Malvinas. Streep concorre pela 17ª vez ao Oscar e pode ganhar o seu terceiro da carreira.

Brad Pitt também foi elogiado por sua atuação em O Homem Que Mudou o Jogo, que também estreia nesta sexta-feira. O longa narra a história real de um treinador de um time de baseball tendo disponível um ínfimo orçamento se comparados a outros times da liga que, através de baixos custos, investe em um sofisticado software para reunir um elenco de primeira linha. O ator concorre ao Oscar de Melhor Ator.

Depois de ser questionado se não era um vampiro do século XIX, o ator Nicolas Cage pode ser conferido na inútil sequência de Motoqueiro Fantasma. A produção, intitulada Motoqueiro Fantasma 2: A Ameaça Fantasma, acompanha a trajetória do protagonista, que é recrutado por uma seita para salvar um garoto do demônio. Ele resiste, mas “boa ação” pode livrá-lo de sua maldição.

Reis e Ratos traz no elenco nomes como Selton Mello e Rodrigo Santoro. O longa de Mauro Lima retorna aos idos da década de 60, no Estado do Rio de Janeiro, e traz a história de um agente da CIA radicado no Brasil que elabora um plano para emboscar o presidente do Brasil.

*As estreias podem não ocorrer em todos os territórios. Confira a programação de sua cidade, desligue o celular e tenha um bom filme!

Nenhum comentário:

Postar um comentário