segunda-feira, 13 de junho de 2011

Hitchcock no Rio e em São Paulo

Redação


Rio de Janeiro e São Paulo terão o privilégio de poder conferir uma mostra dedicada ao mestre do suspense. No Rio, desde 1º de junho, no Centro de Cultura Banco do Brasil (CCBB), acontece a Mostra Hitchcock. Na capital fluminense, o evento prossegue até 14 de julho. Já em São Paulo, o público poderá conferir as 54 obras e os 127 episódios da série de televisão produzida pelo cineasta a partir de quarta-feira.

Na capital paulistana, o evento será realizado até 24 de julho. Mas, lá, a entre 8 e 17 de julho, o Cinesc São Paulo vai exibir trabalhos emblemáticos dessa referência da cinematografia mundial.

Hitchcock desenvolveu uma linguagem audiovisual própria, que marcou o gênero do suspense, principalmente, entre as décadas de 40 e 60. Como falar de sua obra sem fazer referência à espetacular “cena do chuveiro” de Psicose (1960) ou da “ode” ao voyeurismo em Janela Indiscreta (1954)?

O diretor quebrou, de certa forma, alguns tabus ao tratar de temas como a sexualidade, em obras como Festim Diabólico (1948) e o próprio Psicose. O suspense psicológico de Hitchcock avança décadas e gerações e até hoje o cineasta é uma referência em termos de linguagem cinematográfica.

Confira a programação completa da Mostra Hitchcock acessando o site: http://www.mostrahitchcock.com.br/.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário