quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Cineastas pedem libertação de Jafar Panahi

Redação


Steven Spielberg, Oliver Stone e Abbas Kiarostami figuram a lista de muitos dos cineastas que pedem a libertação do diretor iraniano Jafar Pahani, acusado de realizar “atividades contra o regime”. Pahani foi preso em 1º de março de 2010, em sua casa no Teerã, após acusações de desenvolver um filme sobre a situação do Irã depois das polêmicas eleições presidenciais de 2009, que deram o poder a Mahmoud Ahmadinejad.

Pahani pagou fiança de US$ 200 mil para ser libertado em maio do ano passado. Mas a Justiça iraniana o condenou a seis anos de prisão, além de inabilitá-lo por 20 anos, ou seja, por todo esse período o cineasta não poderá trabalhar. O presidente Ahmadinejad, através de sua assessoria, afirmou ser contra a condenação do diretor, destacando que a decisão coube à Justiça, e não reflete, necessariamente, a postura do Governo.

Diante dos fatos, o Festival de Berlim, que será realizado entre os dias 10 e 20 de fevereiro, fará uma homenagem a Pahani, exibindo um ciclo de seus filmes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário