segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Artes cênicas se despedem de Pete Postlethwaite

Redação


Após uma longa batalha contra o câncer, o ator inglês Pete Postlethwaite morreu no último domingo, aos 64 anos. Segundo informações divulgadas, ele morreu em um hospital de Shropshire, centro-oeste da Inglaterra, onde vivia nos últimos anos.

Um dos papéis mais conhecidos de Postlethwaite foi o de Giuseppe Conlon, que era o pai da personagem de Daniel Day-Lewis, Gerry Conlon, no filme Em Nome do Pai (1994), dirigido por Jim Sheridan. Por esse trabalho, foi indicado ao Oscar de Melhor Ator. Apesar de ser o mais lembrado, não se pode dizer que esse foi o único papel marcante do intérprete inglês.

Dono de uma extensa filmografia e teatrografia, entre protagonistas e coadjuvantes, Pete Postletwaite tinha o dom da interpretação sutil e humanizada de suas personagens. Continuou trabalhando mesmo durante os meses que estava em tratamento contra o câncer. Ele nasceu em 1946, em Warrington, condado de Cheshire, no noroeste da Inglaterra, onde cursou interpretação na escola de teatro Bristol Old Vic.

Começou sua carreia no Liverppol Everyman Theatre, local que revelou nomes respeitados das artes cênicas britânicas, como Bill Nighy, Jonathan Pryce e Julie Walters, atriz com a qual manteve uma relação amorosa até meados da década de 70.

Em 2004, o ator foi condecorado com uma Ordem do Império Britânico. Postletwaite era, também, membro veterano da prestigiosa Real Companhia de Shakespeare. Deixa a viúva Jacqueline Moriish, ex-produtora da BBC, e dois filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário